Novidades

Coabitação: um novo jeito de morar

13/02/2019

Já diria Julia Curan, consultora do portal WGSN, “estamos vivendo a economia do compartilhamento” – recursos que costumávamos consumir de forma individual, passaram a ser oferecidos para um grupo. Quase como um lifestyle colaborativo, ambientes de trabalho e até meios de transporte podem ser compartilhados – e, nessa mudança, a casa não ficou de fora.

A chamada Community Zone – a vida em comunidade – é uma nova tendência que veio para repensarmos o jeito de morar. O lar, que costumava ser dividido entre pessoas com ligações familiares, passa a ser partilhado entre pessoas com objetivos ou estilos de vida em comum, que buscam uma rotina mais sustentável e coletiva.

Cozinha, dormitórios, banheiros e hortas: tudo passa a ser colaborativo entre os membros da casa,  que precisam trabalhar e ter multifunções para que essa “comunidade” funcione.

Esse novo estilo de vida, além de impactar as antigas tradições, também serve para repensarmos a distribuição dos ambientes e o design de interiores.

Os ambientes devem ser funcionais para atender a demanda de todos os indivíduos, até porque cada pessoa tem a sua própria rotina. Os cômodos precisam ter boas acomodações, sem perder o espaço para circulação: uma cozinha grande, uma mesa de jantar bem ampla, camas individuais, para que todos possam se sentir confortáveis e à vontade. Neste caso, os móveis planejados podem ajudar.

Geralmente, a decoração transmite a personalidade do morador. Neste caso de Community Zone, a casa passa a ter um estilo mais eclético, representando um pouco de cada indivíduo – quase como um maximalismo, que possui a presença de diversas formas e padrões em um mesmo cenário. Como essa tendência também resgata a sustentabilidade, é comum ter elementos mais naturais, como a presença da madeira e de plantas dentro dos ambientes.

O que você achou dessa nova tendência? 🙂

Fonte: Blog Italínea

Compartilhe com alguém

Galeria de Imagens